sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Tinto












Não chora, não nubla, não chove!
Hoje eu sou o sol a pino,
No zênite,
No auge do céu.

Sou flor de Ipê-amarelo na janela do teu apê.

Trago as alvoradas,
A aurora, o arrebol...
Hoje eu sou tudo
O que vem do sol.

Mas não chora, não nubla, não molha
Teus olhos de vidro verde,
De garrafa de vinho tinto.






15 comentários:

  1. Gostei do seu blog, do seu poema e de tudo o que encontrei ao te visitar. Sigo o seu blog. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  2. Surpreendentemente delicioso. Quem disse que terminou a época dos grandes descobrimentos? Vanderson, é abrir uma garrafa deste vinho que
    nos embriaga e seguir... Sempre!!!

    ResponderExcluir
  3. Feito vinho
    Tinto

    Aquece
    Sol!

    Adorei teu poema.
    Ouvindo a Françoise, ainda melhor!

    Abração, poeta!

    ResponderExcluir
  4. Belo!
    "Trago as alvoradas,
    A aurora, o arrebol...
    Hoje eu sou tudo
    O que vem do sol."

    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Adorei conhecer o seu espaço! Delicia! Visita o meu? http://mardeletras2010.blogspot.com.br/2014/01/abbey-road.html

    ResponderExcluir
  6. Lindo poema,adorei conhecer seu blog.
    Bom dia.

    ResponderExcluir
  7. Gostei de chegar até aqui e de tudo o que vi, li e ouvi.

    Grata pela visita.

    Deixo um abraço

    Sónia

    ResponderExcluir
  8. CONVITE
    Passei por aqui lendo, e, em visita ao seu blog.
    Eu também tenho um, só que muito simples.
    Estou lhe convidando a visitar-me, e, se possível seguirmos juntos por eles, e, com eles. Sempre gostei de escrever, expor as minhas idéias e compartilhar com as pessoas, independente da classe Social, do Credo Religioso, da Opção Sexual, ou, da Etnia.
    Para mim, o que vai interessar é o nosso intercâmbio de idéias, e, de pensamentos.
    Estou lá, no meu Espaço Simplório, esperando por você.
    E, eu, já estou Seguindo o seu blog.
    Força, Paz, Amizade e Alegria
    Para você, um abraço do Brasil.
    www.josemariacosta.com

    ResponderExcluir
  9. Vanderson, gostei do blog! Bons textos e bom espaço

    Também obrigada por me seguir de volta , venha sempre que quiser :)

    Beijo

    ResponderExcluir
  10. "Teus olhos de vidro verde,
    De garrafa de vinho tinto".

    Que expressivo, que lindo!

    http://apoesiaestamorrendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Adorei os versos e os desenhos que parecem servir bem até mesmo aos olhos daltônicos. Afinal, tudo aqui se torna colírico!

    Bjos

    ResponderExcluir
  12. "Hoje eu sou tudo
    O que vem do sol".
    Que lindeza, poeta! Que imagem!!!
    Encantada com a sua poesia. Parabéns!!

    Um abraço e obrigada por sua visita.

    ResponderExcluir
  13. belo blog e belos poemas! precisa publicar mais! abs

    ResponderExcluir
  14. Voltei a blogar e aguardo visita dos amigos queridos.
    Um abraço!

    http://momentosbrancoepreto.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir